Já passou quase todo o dia 24 de abril, mas não poderia deixar de registrar o Dia do Livro nesse blogue que tem a leitura o seu nome.

Ano passado numa palestra do escritor Pedro Bandeira ele falou que tem horas que devíamos pensar que oferecer quantidade, que quanto mais as pessoas, as crianças lerem melhor elas vão aprender, escrever, etc. Pensei nisso, inclusive uma amiga minha, a Célia Rennó concordou com essa fala na época.

Realmente é preciso criar ambientes de imersão, pq ninguem acorda um dia leitor, ou nasce com DNA disposto a leitura. É claro que o ambiente influencia, e de forma quase determinante, na maioria das vezes. Por isso quanto mas bibliotecas tivermos, quanto mais contadores de historias tivermos e quanto mais livros, jornais, revistas forem disponibilizadas para as pessoas mais ambientes propícios à leitura teremos, por isso ressalto aqui, o programa  Letras para Todos, criado pela Célia Renó lá na prefeitura, que disponibiliza livros, revistas e jornais em lugares públicos, para as essoas lerem e se gostarem, levar pra casa. Também podem deixar um outro livro lá, ou devolver o mesmo. Massa né!

Se quiser contribuir com doações, no link acima você encontra contato, ou então quando passar pela prefeitura ou rodoviária, pega um livro e le enquanto tiver esperando…Parabéns ao Letras para Todos e todas as iniciativas que visam democratizar o acesso das pessoas à leitura.

Comente com seu perfil do Facebook