Se se olhou…*

Certeza olhou no espelho e não se viu. Em desespero foi-se a andar, não sabendo se havia alguém que lhe pudesse ajudar. Já desnorteada em busca de si, esbarrou com Dúvida, chegando inclusive a cair. Porque não me vi? Será que deixei de ser quem sou? Dúvida indignada, resperguntou ao se levantar: Mas quem é...